Notícias

Anvisa suspende propagandas de fosfoetanolamina como suplemento

Notícias Quinta, 23 Fevereiro 2017 21:29
Avalie este item
(0 votos)

Após a notícia de que a fosfoetanolamina será produzida nos Estados Unidos como suplemento alimentar, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu suspender, como medida de cautela, as propagandas que atribuam propriedades terapêuticas ao produto. A fosfoetanolamina foi propagada erroneamente no Brasil, em 2016, como “pílula de cura do câncer”.

As resoluções da Anvisa, publicadas no dia 21 de fevereiro, suspendem especificamente as propagandas das marcas News Life e Quality Medical Line, ambas veiculadas no Facebook. A comercialização da fosfoetanolamina é proibida no país.

Em nota, a agência reguladora afirma que nenhum pedido de registro de fosfoetanolamina foi protocolado no Brasil. “A Anvisa está de portas abertas a inovações e novos produtos. Mas o papel da Agência é proteger a saúde da população. Se há interesse na comercialização da fosfoetanolamina no Brasil, o caminho correto é que seus produtores apresentem o pedido de registro, com os devidos testes de qualidade, segurança e eficácia realizados, para ser analisado”, diz o texto.

O presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), Dr. Gustavo Fernandes, concedeu entrevista esta semana ao “Fantástico”, da Rede Globo, em que contesta o uso da fosfoetanolamina para prevenir ou combater o câncer. Assista aqui.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar