Imprimir esta página

Equilíbrio na Travessia: Seminários on-line marcam lançamento do Programa de Saúde Mental da SBOC Destaque

Notícias Terça, 28 Abril 2020 20:32
Avalie este item
(0 votos)

Webinars SBOC e ASCO compartilham experiências e apresentam medidas para cuidar do oncologista clínico durante a pandemia

 

De acordo com a pesquisa Medscape National Physician Burnout and Suicide Report, 42% dos oncologistas clínicos nos Estados Unidos relataram, em 2019, sofrer de síndrome de do esgotamento profissional, o burnout, sendo que 18% estão deprimidos e 22% já tiveram ideias suicidas – uma realidade não muito diferente em outros países e que, com a pandemia de COVID-19, tende a se agravar. Para ajudar os profissionais brasileiros a passar pela crise com saúde e qualidade de vida, a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) acaba de lançar seu Programa de Saúde Mental para Oncologistas – Equilíbrio na Travessia.

A iniciativa foi lançada na manhã desta terça (28/04), durante o primeiro webinar realizado pela entidade, seguido de conferência on-line da American Society of Clinical Oncology (ASCO) sobre experiências e lições durante a pandemia, também com a participação especial da SBOC. Para a presidente da entidade brasileira, Dra. Clarissa Mathias, host convidada pela ASCO para mediar o debate da conferência internacional, a dobradinha entre o anúncio da SBOC e as discussões globais sobre o tema evidenciam a urgência do cuidado com os profissionais da saúde. “É uma realidade global a preocupação em cuidar daqueles que cuidam e a SBOC, desde o início desta nossa gestão, destacou entre suas prioridades as iniciativas voltadas à qualidade de vida do oncologista clínico, sistematizadas agora neste recém-lançado programa”, conta.

No webinar de lançamento, foram apresentadas pela Dra. Luciana Landeiro as atividades iniciais do programa – entre elas:

• Parcerias institucionais para promoção de bem-estar, saúde e qualidade de vida;
• Acesso a aplicativos de atividades físicas e meditação;
• Conteúdos multimídia com orientações.

Os benefícios serão oferecidos aos associados SBOC ao longo das próximas semanas. “Todos esses recursos estão sendo reunidos para auxiliar o oncologista clínico a desenvolver uma rotina de atividades físicas, de relaxamento e de equilíbrio mental em domicílio e no seu ambiente de trabalho”, explica Dra. Luciana.

O diretor executivo da SBOC, Dr. Renan Clara, que conduziu o webinar, destacou que o programa é parte de uma série de iniciativas da entidade para auxiliar o oncologista clínico e a população no enfrentamento da pandemia. “Precisamos adotar medidas de distanciamento social para conter o avanço do vírus e poupar os sistemas de saúde de um colapso, mas estamos trabalhando para seguirmos próximos ao oncologista clínico, o mais perto que a tecnologia e a criatividade nos permitir, e para isso usaremos todas as ferramentas possíveis”, explica.

O conteúdo especial produzido pela SBOC, apresentado em coronavirus.sboc.org.br e divulgado nas redes sociais da entidade, soma-se às atualizações do site oficial da entidade, que conta com mais de 130 mil acessos. “Enfrentamos um desafio que exige foco e multidisciplinaridade, e nossos esforços alcançam agora o cuidado com a saúde mental do oncologista clínico”, diz Dra. Clarissa Mathias.

No webinar, também foram dadas orientações de oncologista para oncologista. “Monitore-se ao longo do dia para identificar qualquer sintoma de depressão ou estresse, como tristeza prolongada, dificuldade para dormir, memórias intrusivas ou desesperança. E sigamos honrando nosso trabalho, lembrando a nós mesmos e aos colegas da importância dele”, recomenda Dra. Luciana Landeiro.

O webinar contou ainda com a participação da Dra. Angélica Nogueira, da Diretoria SBOC, que apresentou informações de pesquisas internacionais, da literatura científica e de observações pessoais para traçar um panorama do impacto da pandemia na saúde mental dos profissionais da saúde. “Estamos há tempos subestimando um burnout crônico a que esses profissionais vêm sendo submetidos, e nós, oncologistas clínicos, estamos inclusos nisso, somado agora ao medo de se infectar e de levar também a doença aos nossos familiares e pacientes”, conta.

Dra. Angélica também se apresentou na conferência on-line da ASCO, logo após o webinar da SBOC, ao lado da Dra. Natalie Dickson, diretora médica da Tennessee Oncology (EUA) e com mediação da Dra. Clarissa Mathias. Em sua apresentação, ela destacou a imagem do notório centro de convenções McCormick Place Chicago, sede do encontro anual da ASCO, convertido neste ano em um hospital de campanha para atender a população local afetada pela COVID-19.

“Estamos às vésperas de maio, quando, tradicionalmente, a comunidade internacional de oncologistas clínicos anseia por se encontrar no evento. Ver o McCormick Place transformado em um necessário hospital de campanha é chocante, mas a cena também se torna um alívio por percebermos que conseguimos nos organizar tão rapidamente para ajudar as pessoas. É impressionante a velocidade do avanço da pandemia, mas também o é nossa capacidade de se adaptar aos desafios.”

Dra. Angélica lembrou, ainda, que é preciso aprender com a história para termos sucesso no enfrentamento da pandemia. “E a história nos ensina que profissionais da saúde sempre são desproporcionalmente afetados pelas epidemias – por isso, é condição para qualquer medida de enfrentamento cuidar dessas pessoas”, destaca.

Segundo dados apresentados em sua palestra, durante a epidemia de ebola, o risco de infecção de médicos e outros profissionais da saúde foi de 20 a 30 vezes maior que o da população em geral. Na Itália e na Espanha, 13% das mortes provocadas pelo novo coronavírus foram desses profissionais, e 25% dos médicos estão no grupo de risco para agravamentos da doença.

“Estamos cuidando de outros, dos nossos pacientes e familiares, enquanto também precisamos de cuidados. A iniciativa da SBOC e as discussões da ASCO em torno do problema são um suporte de extrema importância, algo com que muitos de nós não puderam contar até aqui”, comemora Dra. Angélica Nogueira.

Última modificação em Terça, 28 Abril 2020 21:24