Imprimir esta página

Presidente da SBOC comenta avanços para a cura de câncer raro no sangue

Notícias Quinta, 28 Maio 2015 17:30
Avalie este item
(0 votos)

O presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), Dr. Evanius Wiermann, concedeu entrevista para o jornal Correio Braziliense e comentou sobre avanços para a cura de mais um tipo de câncer. Uma terapia desenvolvida nos Estados Unidos reduz em até 90% as células de mieloma múltiplo em humanos.

O novo método utiliza estruturas de defesa retiradas da medula óssea do próprio paciente. Pelo menos metade dos que passaram pela terapia apresentou boa resposta ao tratamento contra a doença que debilita o corpo, dizimando o sistema imunológico.

A maioria das técnicas de imunoterapia do câncer produz anticorpos especializados no próprio tumor, que geralmente é sólido. Pensando nisso, os pesquisadores imaginaram que células especializadas em atacar as células doentes poderiam estar justamente no órgão que produz o sangue: a medula óssea.

De acordo com Dr. Evanius, os princípios do estudo são conhecidos. “No geral, são fabricadas vacinas e outras estratégias utilizando pedaços do próprio tumor ou do sangue periférico para alguns tipos de câncer”, conta. Ainda segundo o médico, os maiores benefícios da pesquisa nos EUA são que enjoos e perda de cabelos, sintomas comuns nos tratamentos atuais, estão com os dias contados.

Confira a matéria completa no link:

http://www.interclip.com.br/webclipping/index.php?action=DL&va=1432750669_7776&n=325719&uc=0&tv=C&ha=09d6bbb9e4d203c16f807c5739506549&c=237&hb=1abb5861e7d958f3db1eaedc4373d44b

Última modificação em Segunda, 05 Setembro 2016 19:18