Notícias

SBOC, SBCO e SBRT reafirmam parceria para a II Semana Brasileira da Oncologia

Notícias Quinta, 25 Janeiro 2018 14:16
Avalie este item
(0 votos)
Arthur Accioly Rosa (SBRT), Cinthya Sternberg (SBOC), Sergio D. Simon (SBOC), Claudio de Almeida Quadros (SBCO) e Marcus Castilho (SBRT) Arthur Accioly Rosa (SBRT), Cinthya Sternberg (SBOC), Sergio D. Simon (SBOC), Claudio de Almeida Quadros (SBCO) e Marcus Castilho (SBRT) Camila Kaseker/SBOC

Os presidentes da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO) e da Sociedade Brasileira de Radioterapia (SBRT) e a diretora executiva da SBOC estiveram reunidos em São Paulo, na sede da SBOC, para iniciar o planejamento da II Semana Brasileira da Oncologia, a ser realizada em 2019. Os três estão iniciando seus mandatos e reafirmaram o compromisso de manter a parceria nessa e em outras ações conjuntas.

“Analisamos os eventos da I Semana da Oncologia que, na visão de todas as Sociedades, foi um sucesso enorme. Pretendemos fazer um programa ainda mais integrado e multidisciplinar”, conta o Dr. Sergio D. Simon, presidente da SBOC. A I Semana da Oncologia reuniu 6,6 mil especialistas em outubro do ano passado, no Rio de Janeiro. “A expectativa é trazer um grande número de palestrantes internacionais de alto nível, convidados com muita antecedência, para participar das sessões conjuntas”, revela. “Será um sucesso retumbante.”

Para o Dr. Arthur Accioly Rosa, presidente da SBRT, após esta reunião ficou sedimentada a sensação de dever cumprido em relação à I Semana. “Foi uma iniciativa extremamente bem posicionada, em que conseguimos conjugar interesses comuns e potencializar o alcance científico e de uma integração multidisciplinar que hoje é a base da assistência oncológica”, avalia. O presidente da SBCO, Dr. Claudio de Almeida Quadros, concorda: “A nossa experiência foi a melhor possível. Superou todas as nossas expectativas. Essa parceria entre as Sociedades tem trazido muitos benefícios a todos”.

“Fico feliz ao ver que, a despeito das diretorias terem se renovado, a disposição para a colaboração permaneceu. Isso me passa a impressão de que está garantida a continuidade desse trabalho. As pessoas estão dispostas a colaborar e com ideias novas de como integrar ainda mais as três sociedades”, afirma a Dra. Cinthya Sternberg, diretora executiva da SBOC e coordenadora da I Semana Brasileira da Oncologia. “O sucesso que alcançamos nos abre a possibilidade de fazermos muito mais porque já sabemos que dá certo. Foi um modelo inovador de congresso e agora nos sentimos muito mais livres para inovar ainda mais.”

Outras iniciativas conjuntas

A revista científica Brazilian Journal of Oncology (BJO) também é das três Sociedades. Lançada no ano passado, está evoluindo para ser indexada a uma grande base de dados internacional. “É outra iniciativa muito boa que só tem a fortalecer a multidisciplinaridade”, diz o Dr. Claudio, da SBCO. “Trata-se de um periódico jovem e que, com o comprometimento estabelecido aqui, tem tudo para crescer”, completa o Dr. Arthur, da SBRT.

De acordo com a Dra. Cinthya Sternberg, surgem diversos projetos em conjunto como colaterais a essa convivência mais intensa, além de uma nova forma de trabalhar. “Temos a preocupação de integrar os calendários para que nossos outros eventos não venham ser concorrentes”, exemplifica. “A intenção é encararmos os problemas comuns juntos, avaliarmos possíveis soluções e colocarmos em prática várias ações”, pontua o Dr. Claudio.

A SBOC e a SBCO representam especialidades reconhecidas em 2017 e tornaram-se filiadas da Associação Médica Brasileira (AMB). “Agora que tanto a Oncologia Clínica como a Cirurgia Oncológica são especialidades separadas, estamos também aprendendo em conjunto como percorrer esse processo para conceder o Título de Especialista”, destaca a diretora executiva. “A conquista da especialidade Cirurgia Oncológica deve-se muito a essa articulação com a Oncologia Clínica”, frisa o presidente da SBCO.

 

Segundo o Dr. Claudio de Almeida Quadros, cada vez mais o tratamento oncológico, para ser efetivo, necessita dessa interação entre as várias áreas. “E nós estamos estimulando isso no campo institucional”, orgulha-se. “O mais interessante de tudo é que essa parceria transcende interesses individuais para um bem comum. Além de representativos para os nossos associados, nos fortalecemos para cumprir nosso papel na sociedade e no diálogo com as instituições governamentais e a indústria para que cada paciente oncológico no país tenha o melhor tratamento possível”, observa o Dr. Arthur Accioly Rosa.

Os presidentes da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), da Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO) e da Sociedade Brasileira de Radioterapia (SBRT) estiveram reunidos em São Paulo, na sede da SBOC, para iniciar o planejamento da II Semana Brasileira da Oncologia, a ser realizada em 2019. Os três estão iniciando seus mandatos e reafirmaram o compromisso de manter a parceria nessa e em outras ações conjuntas. A diretora executiva da SBOC também participou das discussões.

 

“Analisamos os eventos da I Semana da Oncologia que, na visão de todas as Sociedades, foi um sucesso enorme. Pretendemos fazer um programa ainda mais integrado e multidisciplinar”, conta o Dr. Sergio D. Simon, presidente da SBOC. A I Semana da Oncologia reuniu 6,6 mil especialistas em outubro do ano passado, no Rio de Janeiro. “A expectativa é trazer um grande número de palestrantes internacionais de alto nível, convidados com muita antecedência, para participar das sessões conjuntas”, revela. “Será um sucesso retumbante.”

 

Para o Dr. Arthur Accioly Rosa, presidente da SBRT, após esta reunião ficou sedimentada a sensação de dever cumprido em relação à I Semana. “Foi uma iniciativa extremamente bem posicionada, em que conseguimos conjugar interesses comuns e potencializar o alcance científico e de uma integração multidisciplinar que hoje é a base da assistência oncológica”, avalia. O presidente da SBCO, Dr. Claudio de Almeida Quadros, concorda: “A nossa experiência foi a melhor possível. Superou todas as nossas expectativas. Essa parceria entre as Sociedades tem trazido muitos benefícios a todos”.

 

“Fico feliz ao ver que, a despeito das diretorias terem se renovado, a disposição para a colaboração permaneceu. Isso me passa a impressão de que está garantida a continuidade desse trabalho. As pessoas estão dispostas a colaborar e com ideias novas de como integrar ainda mais as três sociedades”, afirma a Dra. Cinthya Sternberg, diretora executiva da SBOC e coordenadora da I Semana Brasileira da Oncologia. “O sucesso que alcançamos nos abre a possibilidade de fazermos muito mais porque já sabemos que dá certo. Foi um modelo inovador de congresso e agora nos sentimos muito mais livres para inovar ainda mais.”

 

Outras iniciativas conjuntas

 

A revista científica Brazilian Journal of Oncology (BJO) também é das três Sociedades. Lançada no ano passado, está evoluindo para ser indexada a uma grande base de dados internacional. “É outra iniciativa muito boa que só tem a fortalecer a multidisciplinaridade”, diz o Dr. Claudio, da SBCO. “Trata-se de um periódico jovem e que, com o comprometimento estabelecido aqui, tem tudo para crescer”, completa o Dr. Arthur, da SBRT.

 

De acordo com a Dra. Cinthya Sternberg, surgem diversos projetos em conjunto como colaterais a essa convivência mais intensa, além de uma nova forma de trabalhar. “Temos a preocupação de integrar os calendários para que nossos outros eventos não venham ser concorrentes”, exemplifica. “A intenção é encararmos os problemas comuns juntos, avaliarmos possíveis soluções e colocarmos em prática várias ações”, pontua o Dr. Claudio.

 

A SBOC e a SBCO representam especialidades reconhecidas em 2017 e tornaram-se filiadas da Associação Médica Brasileira (AMB). “Agora que tanto a Oncologia Clínica como a Cirurgia Oncológica são especialidades separadas, estamos também aprendendo em conjunto como percorrer esse processo para conceder o Título de Especialista”, destaca a diretora executiva. “A conquista da especialidade Cirurgia Oncológica deve-se muito a essa articulação com a Oncologia Clínica”, frisa o presidente da SBCO.

 

Segundo o Dr. Claudio de Almeida Quadros, cada vez mais o tratamento oncológico, para ser efetivo, necessita dessa interação entre as várias áreas. “E nós estamos estimulando isso no campo institucional”, orgulha-se. “O mais interessante de tudo é que essa parceria transcende interesses individuais para um bem comum. Além de representativos para os nossos associados, nos fortalecemos para cumprir nosso papel na sociedade e no diálogo com as instituições governamentais e a indústria para que cada paciente oncológico no país tenha o melhor tratamento possível”, observa o Dr. Arthur Accioly Rosa.

Última modificação em Quinta, 25 Janeiro 2018 17:16

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar