Notícias

SBOC lança a Escola Brasileira de Oncologia; assista ao primeiro vídeo

Notícias Quinta, 15 Março 2018 17:18
Avalie este item
(0 votos)

A Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) está lançando a Escola Brasileira de Oncologia (EBO) para solidificar os programas, ações e eventos educacionais da instituição. A missão da EBO é ampliar e fortalecer o conhecimento técnico e científico de todos os profissionais de saúde envolvidos com a prática da Oncologia Clínica.

De acordo com o presidente da SBOC, Dr. Sergio D. Simon, a ideia é proporcionar mais dinamismo e sinergia em educação continuada de modo a favorecer a prática clínica e toda a comunidade de profissionais de Oncologia. “A evolução do conhecimento científico em oncologia é cada vez mais rápida e impactante. Dessa forma, nos preparamos para oferecer aos nossos membros material pertinente de alto nível”, resume.

A primeira atividade da EBO são vídeos educacionais curtos em que especialistas convidados pela SBOC comentam determinados temas sensíveis à prática clínica. O conteúdo abrangerá diversos tipos de câncer e as novidades apresentadas em estudos clínicos de relevância para a conduta do médico.

O primeiro deles tem como tema o tratamento neoadjuvante no câncer de mama triplo-negativo. A Dra. Laura Testa, oncologista clínica de São Paulo e membro da SBOC, comenta qual o esquema de terapia ideal, o papel da carboplatina nesse cenário, a conduta adequada em caso de doença residual e o futuro do tratamento neoadjuvante. A especialista respondeu perguntas feitas pelo Dr. Volney Lima, oncologista clínico de Belo Horizonte e tesoureiro da SBOC.

Confira aqui.

O acesso está disponível aos membros da SBOC. É necessário preencher login (seu e-mail cadastrado na SBOC) e senha.

O Dr. Rodrigo Munhoz, vice-presidente da SBOC para Ensino da Oncologia, conta que a primeira série terá um total de 10 vídeos publicados de forma alternada até o Congresso da ASCO, quando novos estudos clínicos devem ser apresentados. “Procuramos fazer uma seleção abrangente de temas comentados por especialistas reconhecidos no meio”, ressalta. “Esperamos que o conteúdo seja útil para responder algumas dúvidas dos oncologistas clínicos em seu dia a dia”, finaliza.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar