Notícias

Estamos temporariamente sem linha telefônica fixa. Entre em contado pelos seguintes canais, Whatsapp: 11957770292, E-mail: sboc@sboc.org.br, Celular: 11956399293 Estamos temporariamente sem linha telefônica fixa. Entre em contado pelos seguintes canais, Whatsapp: 11957770292, E-mail: sboc@sboc.org.br, Celular: 11956399293

Cabeleireiros, podólogos e tatuadores ajudam a identificar lesões suspeitas de melanoma

Notícias Quarta, 18 Abril 2018 12:52

Para ajudar na detecção precoce de lesões suspeitas, cabeleireiros, podólogos e tatuadores estão sendo capacitados por um programa do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM) desde agosto de 2017. Isso porque esses profissionais que têm muito contato com a pele de seus clientes podem alertá-los sobre sinais em áreas menos visíveis, como orelhas, couro cabeludo, unhas e plantas dos pés. O programa, denominado Juntos contra o Melanoma, tem sido um sucesso. Os workshops são direcionados e ocorrem, normalmente, na última segunda-feira de cada mês. A data dos eventos é divulgada nas mídias sociais do programa: @juntoscontraomelanoma.

“O Brasil precisava avançar em campanhas de conscientização sobre melanoma. O Juntos contra o Melanoma nasceu de uma inquietude pessoal em relação a isso”, explica o Dr. Elimar Gomes, dermatologista, ex-presidente do GBM e idealizador do programa. “É uma ação inovadora no Brasil e muito bem-vinda, porque permite capacitar profissionais que têm um contato direto com a pele para que ajudem no diagnóstico precoce do melanoma e de outros tumores cutâneos”, diz o Dr. Rodrigo Munhoz, vice-presidente da SBOC para Ensino da Oncologia e membro da diretoria do GBM.

“Apesar dos recentes avanços nos tratamentos de pacientes com melanoma, nada mais eficaz do que a prevenção e o diagnóstico precoce. A doença pode ser muito agressiva em estágio avançado e espalhar-se com facilidade para outros órgãos”, alerta o Dr. Munhoz. Por outro lado, quando o câncer de pele tipo melanoma é descoberto cedo, o tratamento tende a ser apenas cirúrgico e altamente curativo.

Nos workshops, cabeleireiros, podólogos e tatuadores aprendem como identificar lesões suspeitas (veja o esquema ABCDE abaixo), quais são as principais áreas a serem olhadas e de que maneira podem abordar o assunto com seus clientes quando encontrarem um sinal suspeito. A orientação é sempre procurar um médico para a realização do diagnóstico.

Os interessados em participar devem escrever para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

JuntosContraoMelanoma Post Outubro ABCDE 04

Sobre o melanoma

  • É o câncer de pele mais perigoso e agressivo
  • Ocorrem aproximadamente 5.560 novos casos ao ano no Brasil
  • Se não for tratado pode se espalhar para outras partes do corpo e ser fatal
  • Pode aparecer como algo novo ou como pintas ou sinais que mudam de cor, tamanho ou forma
  • Pode surgir em qualquer região do corpo e não somente nas áreas expostas ao sol
  • É mais comum no dorso dos homens e na perna das mulheres, mas pode surgir também no couro cabeludo, palmas, plantes unhas e outros locais de difícil visualização

Informações como essas e material de divulgação da campanha estão disponíveis no site: www.juntoscontraomelanoma.com.br.

Última modificação em Quarta, 18 Abril 2018 13:01

Pesquisar