Notícias

Importante risco identificado no uso de Tecentriq® (Atezolizumabe) Destaque

Notícias Quinta, 21 Fevereiro 2019 18:50
Avalie este item
(3 votos)

O medicamento Tecentriq® (Atezolizumabe), indicado como monoterapia para tratamento de câncer de pulmão não pequenas células (CPNPC) e carcinoma urotelial (UC), ambos localmente avançados ou metastáticos, teve um novo risco identificado à sua utilização: a miosite imunorrelacionada, inflamação nos músculos que pode causar a degeneração dos tecidos progressivamente.

Recomenda-se que o tratamento com Tecentriq® (Atezolizumabe) seja suspenso em casos de miosite imunorrelacionada moderada ou severa (Graus 2 ou 3) e que seja permanentemente descontinuado em casos de miosite recorrente severa ou potencialmente fatal (Graus 3 e 4 recorrentes). Nesses casos, é necessário encaminhar o paciente a um reumatologista e/ou neurologista, considerar a realização da biópsia muscular e adotar medidas de suporte, caso indicado. O tratamento com o corticosteroide metilpredinisolona na dose de 1-2 mg/Kg/dia por via intravenosa, ou em uma dose mais elevada em bolus, deve ser considerado em casos de comprometimento severo (fraqueza limitando severamente a mobilidade, funções cardíaca e respiratória, e disfagia). O uso de agentes imunossupressores deve ser administrado caso ocorram eventos de Grau 2 ou superiores ou se o evento não melhorar após corticosteroides iniciais.

A Roche informou que o texto de bula de Tecentriq® (Atezolizumabe) será atualizado, a fim de refletir o risco de miosite imunorrelacionada, de acordo com as regulamentações aplicáveis. Após aprovação da ANVISA, a bula estará disponível para consulta nos canais apropriados da Roche e da própria ANVISA. Com vistas a minimizar esse risco, é recomendado que os profissionais de saúde sigam as orientações de manejo descritas acima. O perfil de benefício-risco de Tecentriq® (Atezolizumabe) nas indicações aprovadas permanece favorável. Para acessar a bula atual de Tecentriq® (atezolizumabe), clique aqui.

Notificações
Os profissionais de saúde devem reportar quaisquer suspeitas de eventos adversos com Tecentriq® (Atezolizumabe) por meio do sistema eletrônico para a notificações relacionadas ao uso de medicamentos da ANVISA (VigiMed) ou diretamente para a Roche:Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. / 0800-77-20-292.

Veja o comunicado da Roche na íntegra - clique aqui.

Última modificação em Quinta, 21 Fevereiro 2019 18:52

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar