Notícias

Em último dia do ESMO Summit, especialistas discutem cuidados paliativos, câncer de mama e câncer de cabeça e pescoço

Notícias Domingo, 24 Março 2019 20:53
Avalie este item
(0 votos)

Em seu terceiro e último dia, o ESMO Summit, evento realizado pela primeira vez no Brasil em uma parceria entre a European Society of Medical Oncology (ESMO) e a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), lotou o auditório do Renaissence e novamente trouxe temas relevantes para o avanço da oncologia no Brasil e na América Latina.

Na primeira sessão do dia, sétima do evento, especialistas debateram sobre cuidados paliativos e de suporte. Dr. Ricardo Caponero, Oncologista Clínico e membro da SBOC; Dra. Karin Jordan, da Alemanha; Dr. Rodrigo Ramella Munhoz, Vice-presidente da SBOC para Ensino da Oncologia; e Dr. João Luis Chicchi Tomé, Especialista em Medicina Paliativa; apresentaram as práticas atuais de suporte no cuidado e controle da dor no mundo e, principalmente, na América Latina. Também foram apresentadas diretrizes de manejo de toxicidades imunomediadas e gestão de efeitos adversos, finalizando a sessão com apresentação de casos clínicos e painel de discussões. Para Dr. Munhoz, “esse módulo veio compor uma programação extremamente rica que se desenvolveu nesses três dias de ESMO Summit”.

O tema da sessão seguinte foi câncer de mama, trazendo os padrões atuais de tratamento, estudos e práticas para os casos de câncer de mama precoce, avançado e metastático, imuno-oncologia e o cenário do câncer de mama na América Latina. As apresentações dessa sessão ficaram por conta da Dra. Yanin Chávarri Guerra e Dr. Enrique Soto, ambos do México; Dr. Evandro de Azambuja, brasileiro, Head de Promoção Acadêmica da ESMO, que atua na Bélgica há 16 anos; e Dr. Enrique Díaz Cantón, da Argentina. Destaque para os estudos apresentados sobre imunoterapia e estratégias para transformar os chamados tumores frios em tumores quentes, ou seja, tumores que respondem à imunoterapia, e para os casos clínicos apresentados. De acordo com o Dr. Evandro de Azambuja, um evento como este é de extrema importância para os países da América Latina, especialmente para o Brasil por conta do crescimento do número de oncologistas no país, principalmente pela quantidade jovens oncologistas.

A última sessão do evento tratou de câncer de cabeça e pescoço. Dra. Nora Sobrevilla, Dra. Maritza Ramos Ramirez, Dr. David Heredia, todos do México; e Dr. Jean-Pascal Machiels, da Bélgica, apresentaram estudos, práticas e padrões de tratamento do câncer de cabeça e pescoço. Foram abordados novos tratamentos e novos guidelines disponíveis que, segundo estudos, aumentam a taxa de sobrevida dos pacientes em estágios 3 e 4 desse tipo de tumor, entre elas a quimioterapia concomitante. Foi citado o aumento da incidência do câncer de cabeça e pescoço no mundo devido ao consumo de álcool, ao tabagismo e à contaminação com o vírus HPV. Sobre a realidade na América Latina, se falou sobre a dificuldade do acesso ao tratamento por conta da quantidade limitada de equipamentos de radioterapia (aceleradores lineares). Também foi citada a necessidade de politicas públicas e campanhas de vacinação contra o HPV.

Dra. Cinthya Sternberg, Diretora Executiva da SBOC e membro da comissão organizadora, encerrou o evento agradecendo a presença de todos e ratificou que trazer o ESMO Summit para o Brasil foi uma conquista não só para a SBOC, mas principalmente para a oncologia da América Latina, selando a parceria com essa importante entidade europeia. Aproveitou a ocasião para convidar a todos para II Semana Brasileira da Oncologia, que acontece de 22 a 26 de outubro, realizada em parceria entre a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), a Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO) e a Sociedade Brasileira de Radioterapia (SBRT).



Última modificação em Terça, 02 Abril 2019 21:17

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar