Notícias

Segundo o TCU, pacientes com câncer esperam até 200 dias por diagnóstico no SUS

Notícias Quinta, 12 Setembro 2019 13:44
Avalie este item
(2 votos)

Uma matéria veiculada no Bom Dia Brasil, da TV Globo, com a participação da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), mostrou que o Tribunal de Contas da União (TCU) deu um prazo de 90 dias ao Ministério da Saúde para que elabore um plano de ação com medidas que agilizem o diagnóstico de pessoas com câncer. Em auditoria realizada junto a diversas agências de saúde pública, divulgada em 5 de setembro, o tribunal identificou que a maioria dos pacientes recebe o diagnóstico de câncer quando já se encontra em estágio avançado da doença. Em alguns casos, a demora é de até 200 dias.

Na reportagem, o Dr. Gilberto Amorim, oncologista clínico membro da SBOC, reforçou a importância do rápido diagnóstico do câncer. "Tratar a doença inicial é mais barato. É obviamente melhor para o paciente, pois as chances de cura são muito mais altas. Não precisa ser especialista em oncologia para entender que tratar um tumor de um centímetro é muito mais simples do que tratar de um oito, nove ou dez centímetros por exemplo, ou um tumor claramente inoperável", disse o especialista.

Outro dado importante é que cerca de 56% dos pacientes só recebem a confirmação da doença quando ela já está bastante desenvolvida, o que diminui as chances de cura. E o percentual vem crescendo nos últimos anos: em 2013, eram 53%. O TCU encontrou diversos gargalos que o paciente de câncer enfrenta antes de começar o tratamento: o agendamento da primeira consulta com o especialista, a demora na realização da biópsia, os atrasos ao obter o resultado dos exames, e o retorno ao especialista para confirmar o diagnóstico. Somando essas etapas, a estimativa de espera chega a quase sete meses. "Dependendo do tipo de câncer, esse tempo é a diferença entre conseguir ficar ou não ficar curado", complementou Dr. Gilberto Amorim.

Assista à reportagem: http://bit.ly/2kDDdhS

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar