Notícias

Novas Diretrizes Terapêuticas SBOC estão abertas para sugestões Destaque

Notícias Sexta, 05 Fevereiro 2021 20:52
Avalie este item
(10 votos)

A Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) acaba de publicar 11 novas diretrizes terapêuticas, preliminares, para o tratamento de pacientes com câncer. Os documentos inéditos, que ficarão abertos para comentários de associados até 28 de fevereiro, trazem já no início do ano as mais recentes evidências científicas e clínicas sobre diversos grupos de tumores. As contriuições enviadas por associados serão avaliadas pelos especialistas da SBOC e, caso sejam aprovadas, os autores serão mencionados no documento final como contribuintes.

Envolvido na coordenação de diretrizes, Dr. Vladmir Cláudio Cordeiro de Lima, membro da Diretoria da SBOC e coordenador dos comitês de Oncogenômica e de Tumores Torácicos da entidade, explica que as contribuições auxiliam muito no aprimoramento das recomendações. “Ainda que desenvolvidas à luz do que há de mais avançado no conhecimento científico oncológico internacional, as Diretrizes SBOC são adequadas à realidade brasileira – e ninguém melhor que os associados à entidade, distribuídos por todo o território nacional, para proporcionar esse olhar contextualizado”, acredita.

Para aproximar os dados científicos da realidade local, as diretrizes são escritas em português e consideram a relevância clínica e o impacto econômico de cada terapêutica no Sistema Único de Saúde (SUS) e na saúde suplementar, além da dinâmica regulatória brasileira. “Isso porque muitas das tecnologias recomendadas internacionalmente ainda não foram aprovadas pelos órgãos regulatórios brasileiros, e isso precisa ser considerado”, explica Dr. Vladmir.

Para a presidente da SBOC, Dra. Clarissa Mathias, a abertura das diretrizes a contribuições é parte da tradição democrática da entidade. “A SBOC é uma instituição diversa, do tamanho do Brasil – e essa diversidade se converte em riqueza de conhecimento em ocasiões como essa, em que o melhor do conhecimento científico é ofertado à comunidade oncológica nacional, para orientá-la em sua prática profissional”, diz.

Pela primeira vez, as diretrizes foram conduzidas pelos Comitês SBOC em parceria com os grupos brasileiros de especialidades – entre eles, o EVA - Grupo Brasileiro de Tumores Ginecológicos, o Grupo Brasileiro de Oncologia Torácica (GBOT), o Grupo Brasileiro de Tumores Gastrointestinais (GTG) e o Grupo Brasileiro de Câncer de Cabeça e Pescoço (GBCP), que endossam as recomendações.

De acordo com o diretor executivo da SBOC, Dr. Renan Clara, a parceria tem o objetivo de ampliar ainda mais o diálogo com a realidade clínica brasileira. “São entidades parceiras e que deram grande contribuição ao processo de formulação e atualização dessas novas diretrizes”, comenta.

Para Dr. Renan, publicar já em fevereiro diversas diretrizes baseadas nas últimas novidades científicas significa “antecipar aos oncologistas clínicos as melhores referências terapêuticas do ano”.

As versões preliminares das Diretrizes SBOC 2021 e orientações para a submissão de contribuições podem ser acessadas em sboc.org.br/diretrizes-sboc-logado.

Última modificação em Sexta, 05 Fevereiro 2021 21:04

4 comentários

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar

Banner Portal Takeda Pro

Apoiadores:

Banner Takeda