×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 669

Notícias

Estudo sobre pembrolizumabe em CPNPC atinge resultados primários

Notícias Segunda, 22 Janeiro 2018 20:13
Avalie este item
(0 votos)

O estudo fase 3 Keynote-189, que avalia o uso de pembrolizumabe (Keytruda®) em combinação com quimioterapia (pemetrexed) e cisplatina ou carboplatina, atingiu seus objetivos primários. Segundo informação divulgada pela MSD, foi demonstrado aumento de sobrevida global e de sobrevida livre de progressão por um período significativamente mais longo em pacientes com câncer de pulmão não pequenas células (CPNPC), metastático e não escamoso, independente da expressão do biomarcador PD-L1 nas células do tumor. Os dados serão conhecidos quando o estudo estiver completo. De acordo com a fabricante, a divulgação deve ocorrer em um congresso médico ainda no primeiro semestre.

A Dra. Clarissa Mathias, secretária-geral da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) e representante do Internacional Association for Study of Lung Cancer (IASLC) na América Latina, conta que esta notícia sobre o Keynote-189 confirma o que o estudo de fase 2 na coorte G21 havia mostrado: superioridade do braço combinado de quimioterapia com o pembrolizumabe. O perfil de segurança também foi consistente com os estudos anteriores. “Nos Estados Unidos, a utilização de quimioterapia com pembrolizumabe em primeira linha para tumor não escamoso já está aprovada pelo FDA [agência regulatória americana]. No Brasil, deve ser submetida em breve para apreciação da Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária]”, afirma a oncologista.

Última modificação em Segunda, 22 Janeiro 2018 20:19

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar