Notícias

SBOC participa de debate sobre centralização de tratamento de câncer de bexiga no SUS Destaque

Notícias Segunda, 14 Dezembro 2020 19:14
Avalie este item
(0 votos)

As cidades de Santo André, São Bernardo e São Caetano, no ABC Paulista, viram a mortalidade por câncer de bexiga cair 93% após a centralização dos atendimentos a pacientes da doença. A experiência da região e perspectivas para o Brasil foram debatidas pela Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) e outras entidades e gestores da saúde pública durante o “1º fórum de debate sobre a centralização do tratamento do câncer de bexiga no SUS”, no último dia 11 de dezembro.

O evento, virtual, foi resultado do projeto Cabem Mais Vidas (CABEM), da disciplina de Urologia do Centro Universitário Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). A presidente da SBOC, Dra. Clarissa Mathias, participou da mesa “Importância da criação de uma diretriz centralizadora para o tratamento do câncer de bexiga”, ao lado do presidente eleito da Associação Médica Brasileira (AMB), Dr. Carlos Eduardo Fernandes, da ex-senadora Ana Amelia Lemos, entre outras autoridades e especialistas.

“O câncer de bexiga é uma neoplasia extremamente complexa e que pode se desenvolver por diferentes caminhos a depender da intervenção em cada fase do tratamento. Por isso, a SBOC se une ao CABEM na defesa de uma maior interação entre as equipes médicas que tratam desses pacientes, envolvendo urologia, oncologia e radioterapia, além dos demais profissionais multidisciplinares, alinhando condutas e as individualizando, caso a caso”, defende Dra. Clarissa Mathias.

Com a experiência no ABC, o trabalho do CABEM foi alçado à esfera estadual, à Rede Paulista de Câncer de Bexiga (RECABEM). Integram a rede os 17 maiores serviços do estado de São Paulo que atendem pacientes com câncer de bexiga na rede pública, entre os quais o A.C. Camargo Cancer Center, Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), Hospital de Amor de Barretos, Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Hospital Santa Marcelina, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e Fundação do ABC.

Também participaram do evento o presidente eleito da SBOC, Dr. Paulo Hoff; o secretário da Saúde do Estado de São Paulo, Dr. Jean Gorinchteyn; o ex-ministro da Saúde Nelson Teich; e a deputada Silvia Cristina, presidente da Frente Parlamentar Mista em Prol da Luta Contra o Câncer.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Pesquisar